terça-feira, 31 de julho de 2018

«MANDA QUEM PODE E OBDECE, QUEM TEM JUIZO!» ANGOLANO EXONERA COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA NACIONAL E NOMEIA 2.º COMANDANTE PARA O CARGO

Presidente angolano, João Lourenço
O Presidente angolano, João Lourenço, exonerou hoje o comandante-Geral da Polícia Nacional, Alfredo Mingas "Panda", e nomeou para o seu lugar, Paulo de Almeida, que ocupava o cargo de segundo comandante-geral da Polícia Nacional.

Por decreto, o chefe de Estado angolano exonerou a seu pedido, Alfredo Mingas "Panda", que, na semana passada, esteve envolvido num acidente de viação, em Luanda, que resultou na morte de duas pessoas, além de ferimentos no agora ex-comandante-geral da Polícia Nacional.

Alfredo Mingas "Panda" tinha sido nomeado para o cargo em novembro de 2017.

Para o cargo de comandante-Geral da Polícia Nacional foi nomeado o comissário chefe Paulo de Almeida, que terá o seu anterior cargo agora ocupado por António Pedro Joaquim Kandela, que era comandante da Polícia de Guarda Fronteiras da Polícia Nacional.

Conosaba/Lusa

Sem comentários:

Publicar um comentário