terça-feira, 31 de julho de 2018

JOSÉ MÁRIO VAZ - PRESIDENTE DA REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU NA CIMEIRA CONJUNTA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA CEFAC E DA CEDEAO, REALIZADA ESTES DIAS, EM LOMÉ - TOGO


Chefes de Estados e governos adoptam Declaração de Lomé sobre a paz e               segurança

Bissau, 31 Jul 18 (ANG) - A Cimeira conjunta da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e a Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), realizado segunda-feira na capital togolesa, adoptou a Declaração de Lomé sobre a paz e a segurança nas duas regiões.


Os Chefes de Estado enfatizaram a necessidade de uma cooperação aprimorada e efetiva entre as duas comunidades. Assim, eles adoptaram a Declaração de Lomé sobre a paz, segurança, estabilidade e a luta contra o terrorismo e o extremismo violento em espaços CEDEAO / CEEAC ", a declaração final lido no final desta cimeira conjunta.

"Os Chefes de Estado também se comprometem a cooperar pela paz e estabilidade em ambas as regiões. Eles colocarão em prática um mecanismo de alerta antecipado de ameaças ", refere o documento.

Os chefes de Estado decidiram reunir-se anualmente, à margem da Cimeira da União Africana (UA) e organizar agora a cada dois anos, a Cimeira Conjunta CEEACO / CEEAC.

O próximo encontro está previsto para 2020 em N'djamena (Chade).
Os 15 países membros da CEDEAO são Benin, Burkina Faso, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné-Bissau, Libéria, Mali, Níger, Nigéria, Senegal, Costa do Marfim, Serra Leoa, Togo e Cabo Verde.

Os 11 membros dos países da CEEAC são Angola, Burundi, Camarões, República Centro Africano, Congo - Brazzaville, na República Democrática do Congo, Gabão, Guiné Equatorial, São Tomé e Príncipe, Ruanda e Chade.
ANG/MAP


Sem comentários:

Publicar um comentário