segunda-feira, 25 de junho de 2018

«DJAMBACATAM» “NOS ÚLTIMOS DOIS MESES PROBLEMA DA DROGA ESTÁ A CRESCER NA GUINÉ-BISSAU” – DIZ EMBAIXADOR DOS EUA



Os Estados Unidos da América (EUA) alertaram, esta sexta-feira (22), sobre o aumento de tráfico de droga na Guine Bissau nos últimos dois (02) meses por isso pedem acções urgentes do governo para o combate ao narcotráfico que poderá contaminar todos os esforços já feitos

Alerta é do diplomata norte-americano, Tulinabo Mushingi, na manhã desta quinta-feira depois do encontro com o presidente da república, José Mário Vaz, no palácio da república. Tulinabo alerta que o aumento do narcotráfico provoca o aumento de crimes transnacionais que afectam muito o país.

“Este é um problema geral e todos os países devem trabalhar juntos para combater o narcotráfico”, sustenta.

Ainda sobre a droga na Guiné-Bissau, na passada quinta-feira (21), em Bissau, no acto das actividades para a celebração do dia da independência dos EUA, confrontado pela imprensa sobre a lista divulgada pelo departamento norte-americano do combate ao narcotráfico onde alguns oficiais guineenses alegadamente estavam envolvidos, Mushingi recusa comentar a questão remetendo a responsabilidade à justiça.

“Esta é uma questão da justiça e se as investigações ainda estão a decorrer, eu não posso dizer nada sobre isso. Mas posso garantir que se existe ainda uma prova que temos prova do seu envolvimento no processo, então, a nossa justiça vai agir trabalhando junto com o governo guineense e com outros parceiros para ver como a justiça pode ser aplicada”, adverte.

A questão da droga tem preocupado o Estado da Guiné-Bissau que, no passado recente, foi acusado de narcotráfico. As autoridades nacionais negam as acusações.

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Braima Sigá/radiosolmansi com Conosaba do Porto

Sem comentários:

Publicar um comentário