sábado, 22 de março de 2014

MESTRADOS VOLTAM A SER COMO ANTES DE BOLONHA


A Associação Nacional de Professores (ANP) afirmou hoje que as alterações aos cursos de docentes aprovadas pelo Governo na quinta-feira colocam a duração dos mestrados ao nível do período anterior ao Processo de Bolonha.
"O alargamento dos mestrados é aquilo que era antes de Bolonha, os mestrados antigamente já eram assim. Aqui há praticamente um retrocesso", disse à agência Lusa a presidente da Associação Nacional de Professores, Paula Carqueja.
Sublinhando que concorda com a alteração se for para dignificar a profissão docente e melhorar a qualidade do ensino, a dirigente da ANP defendeu que pode questionar-se se Bolonha afinal instituiu um sistema bom ou não e se a medida é só para os professores ou também poderá ser válida para outros cursos.
"Seria também interessante neste momento ser publicado um estudo com as habilitações dos docentes Neste momento já temos um corpo de docentes muito valorizado, com mestrados e doutoramentos feitos antes de Bolonha", referiu
O Governo aprovou na quinta-feira novas regras para os cursos de professores e educadores, que terão ciclos de estudo mais longos e maior articulação entre a formação e a área que os candidatos vão ensinar, segundo o ministro da Educação.
"Há um aumento da duração dos mestrados em educação pré-escolar e em ensino do 1.º Ciclo do Básico de dois para três semestres, há um aumento do mestrado conjunto em educação pré-escolar e ensino do 1.º Ciclo de três para quatro semestres", disse Nuno Crato, ao definir as principais alterações, no final da reunião do Executivo.

Sem comentários:

Publicar um comentário